Alerta para as principais doenças de outono

Nesta época do ano, com o aumento do número de casos de problemas respiratórios os prontos-socorros ficam mais cheios

Na última semana começou o outono, a época dos dias quentes e as noites com um friozinho gostoso. O lado ruim da estação é pouca umidade do ar, o que proporciona maior concentração de poluentes na atmosfera e contribui para o surgimento das chamadas doenças de outono, que atingem principalmente as crianças. Esta complicação, somada à grande variação de temperatura entre o dia e a noite, pede para que os pais redobrarem os cuidados com seus pequenos.

Esse quadro abre espaço para o surgimento das doenças virais. Ainda mais que, com o tempo mais frio, a tendência é que as pessoas, incluindo as crianças, fiquem mais tempo em ambientes fechados, o que favorece a propagação de micro-organismos causadores de doenças como gripe, resfriados e outras infecções das vias aéreas.
As crianças até os 4 anos de idade e aquelas mais suscetíveis às enfermidades alérgicas como bronquite, asmas, rinites etc são as mais afetadas. Por esta razão, os prontos-socorros infantis ficam abarrotados nesta época do ano.

Para ajudar os pais a prevenir este cenário, a Dra. Thalita Feitosa, pediatra e puericulturista, alerta aos pais que é fundamental as crianças terem a vacinação em dia. “Além disso, alguns hábitos diários como a higiene das mãos, sempre com água e sabão, e tentar evitar ambientes fechados e/ou com grande aglomeração de pessoas são dicas básicas que ajudam a evitar a alastramento das viroses”, explica Thalita.

A pediatra também ressalta outras pequenas atitudes que não consomem muito tempo no dia a dia e possuem grande valia para evitar esse problema dentro de casa. “É necessário deixar a casa arejada. Mesmo em dias mais frios, é de suma importância abrir as janelas e permitir maior ventilação do ambiente, isso evita a multiplicação do vírus. Além disso, a alimentação saudável é essencial em todas as estações. Devemos optar sempre por um cardápio bem elaborado de frutas e legumes, além de estar sempre ingerindo líquidos como água e suco”, esclarece Thalita.

O outono é uma estação adorável, mas que requer certos cuidados e muita atenção. A prevenção é sempre o melhor caminho. Vale lembrar que, em caso de sintomas, deve-se procurar ajuda médica. O quanto antes começar o tratamento, melhor será.

Relações com a Imprensa:

Ana Paula/Roberta Santo
roberta@afontecomunica.com.br
anapaula@afontecomunica.com.br
(11) 3294-9250/ 96473-9225